sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Parabéns Presidente!


Parabéns Presidente, pelo seu 75º aniversário.


O PORTO SOMOS NÓS!
 Since 2007

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Parabéns Miguel!




O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

DIEGO REYES CINCO ANOS DRAGÃO.


Diego Reyes, de 20 anos, vai ser jogador do FC Porto. O jovem defesa mexicano assinou contrato válido até ao Verão de 2018, estando acertada a chegada ao Dragão no arranque da próxima época, ficando mais seis meses ao serviço do actual clube, o América, do México.

Reyes, é um dos centrais mais promissores do mundo, apesar da sua juventude. No Verão sagrou-se campeão olímpico pela selecção mexicana, tendo na altura despertado o interesse de vários emblemas europeus.



O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Liga Portuguesa - 12ª jornada.


Vit. Setúbal - FCPORTO
(Liga Portuguesa - 12ª jornada)


Data: 14 de Dezembro de 2012 Hora: 20h15 Local: Estádio do Bonfim TV: SportTV1


O PORTO SOMOS NÓS!
 Since 2007

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Mais uma vez Chá Chá Chá!


FCPORTO-1 - Moreirense-0
Marcador: Jackson Martínez (71m)


Liga, 11.ª jornada
8 de Dezembro de 2012
Estádio do Dragão, no Porto
Assistência: 24.610 espectadores


FC PORTO: Helton; Danilo, Otamendi, Mangala e Alex Sandro; Defour, Lucho (cap.) e João Moutinho; James, Jackson Martínez e Varela
Substituições: Lucho por Kelvin (46m), Varela por Kleber (57m) e James por Atsu (90m)
Não utilizados: Fabiano, Iturbe, Miguel Lopes e Abdoulaye
Treinador: Vítor Pereira


O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Fernando não joga contra o Moreirense.


Convocados: Helton, Danilo, Lucho, Iturbe, João Moutinho, Jackson Martínez, James, Kleber, Miguel Lopes, Varela, Mangala, Abdoulaye, Fabiano, Alex Sandro, Atsu, Kelvin, Otamendi e Defour.


O PORTO SOMOS NÓS!
 Since 2007

Liga Portuguesa - 11ª jornada.


BICAMPEÃO x Moreirense
(Liga Portuguesa - 11ª jornada)


Data: 8 de Dezembro de 2012 Hora: 20h30 Local: Estádio do Dragão TV: SportTV1



O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Helton regressa aos convocados.


Guarda-redes: Helton e Fabiano;
Defesas: Danilo, Mangala, Abdoulaye, Alex Sandro, Otamendi e Miguel Lopes;
Médios: Lucho, Castro, João Moutinho, Defour, Fernando, Varela, Atsu e James;
Avançados: Kléber e Jackson Martínez.



O PORTO SOMOS NÓS!
 Since 2007

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

UEFA CHAMPIONS LEAGUE - 6ª JORNADA - GRUPO A


PSG - FCPORTO
(UEFA CHAMPIONS LEAGUE - 6ª JORNADA - GRUPO A)


 Data: 4 de Dezembro de 2012 Hora: 19h45 Local: Parc des Princes TV: Televisão das novelas



O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

kadú é a grande novidade.

Lista de convocados: Fabiano, Kadú, Danilo, Lucho, Castro, João Moutinho, Jackson Martínez, James, Kleber, Miguel Lopes, Varela, Mangala, Abdoulaye, Fernando, Alex Sandro, Atsu, Otamendi e Defour.


O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

"Ganhar no fim"

Conferência de imprensa de Vítor Pereira, em que aborda o próximo jogo diante do SC Braga, a contar para os oitavos-de-final da Taça de Portugal.


Este jogo será necessariamente diferente do jogo do campeonato, por ser a eliminar?
Não acredito num jogo muito diferente. Será complicado, tanto para nós como para o SC Braga, mas sabemos que não há volta a dar: ou o resultado nos permite avançar na prova ou nos elimina. Só isso poderá em determinados momentos abri-lo mais.

Os números não lhe dizem grande coisa, mas o FC Porto é única equipa europeia sem derrotas e já leva 18 jogos oficiais. Isso é fruto da seriedade e da competência da equipa?
Só acredito na competência, no espírito e capacidade competitiva que a equipa tem, na união entre eles, que eu sinto que existe. É nisso que acredito e continuarei a acreditar na minha vida.

Confessou que o jogo de domingo foi desgastante. Espera não ter desta vez este desgaste?
Espero ter o mesmo desgaste e ganhar no fim. Há jogos mais exigentes… O último exigiu muita concentração, o resultado esteve indefinido até ao fim. Só quem passa por este lado percebe que chegamos ao fim com a sensação de que o jogámos. E jogamos emocionalmente. Há jogos mais tranquilos, em que o resultado se define mais cedo, mas isto faz parte da profissão.

De que forma o jogo de terça-feira, frente ao Paris Saint-Germain, condiciona o encontro em Braga?
Para que fique claro, queremos ganhar os dois. A Taça de Portugal é um objectivo claro, que queremos seguir, e a Champions League prestigia o clube e quem aqui trabalha. Temos jogadores com qualidade para gerir nestes dois jogos e procurar os resultados que pretendemos. Acredito totalmente no plantel e farei a gestão que achar necessária.

Após derrota com o FC Porto, o SC Braga apresenta-se, em teoria, mais pressionado. Será um encontro mais difícil devido a isso?
Sinceramente, não consigo responder. Sabemos o que queremos e vamos a Braga para passar à próxima eliminatória. Essa é uma questão para o José Peseiro.

Espera um SC Braga ferido pela derrota?
Espero um SC Braga idêntico ao que jogou no campeonato, a criar-nos dificuldades. Nós, com a nossa identidade, vamos procurar impor o nosso jogo e passar a eliminatória.

Sentiu algum desconforto com a saída de campo do Lucho, quando foi substituído em Braga?
Absolutamente nenhum. O Lucho é um jogador ambicioso, como todos no plantel. Quem sai quando o jogo ainda não está definido fica sempre com aquela vontade de ficar em campo a ajudar a equipa, para se conseguir o resultado.

Que leitura faz do facto de, nas primeiras dez jornadas da Liga portuguesa, a assistência ter caído em 100 mil espectadores?
O papel dos treinadores é promover os melhores espectáculos possíveis, ainda que as equipas possam estar mais ou menos inspiradas. A vida não está fácil para ninguém e é natural que o futebol se torne um espectáculo caro. Acredito que o gosto de vir ao futebol continue, a vida é que mudou para muita gente.

O SC Braga continua a ser um candidato ao título ou o campeonato “partiu-se”?
É uma equipa com qualidade. Há um mês, por aquilo que li e vi, praticava o futebol mais espectacular e era a formação mais surpreendente. Não entendo que o SC Braga e o José Peseiro percam de repente qualidade, após dois ou três resultados negativos. Não consigo entender esta forma incoerente de ler as coisas.

Ontem foi divulgada uma lista dos treinadores mais bem pagos do mundo e o seu nome não constava da lista.
Deixe-me rir… Estou muito feliz no FC Porto, num grande clube, trabalho para ter os melhores jogadores à disposição para conseguir os melhores jogos possíveis. Sou exigente e gosto de futebol bonito e é isso o que mais me motiva. Claro que o dinheiro tem importância, porque tenho três filhos, mas acredito no trabalho, na competência e não na sorte. Sorte teria sido, aos quatro minutos do jogo em Braga, estarmos a ganhar 2-0, como poderia ter acontecido. Não aconteceu e tivemos de trabalhar até ao último minuto. Acredito na competência. O dinheiro é importante mas não é o que me faz andar e respirar; o que me faz correr é a paixão pela profissão que tenho.



O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

Taça de Portugal - Oitavos-de-final.

SC Braga - FCPORTO
(Taça de Portugal - Oitavos-de-final)


Data: 30 de Novembro de 2012 Hora: 20h15

 Local: Estádio Municipal de Braga TV: SportTV1


O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Suada mas merecida.


SC Braga-0 - FCPORTO-2
Marcadores: James (90m) e Jackson (90m+3)


Liga portuguesa, décima jornada
25 de Novembro de 2012
Estádio Municipal de Braga
Assistência: 17.251 espectadores




FC PORTO: Helton; Danilo, Otamendi, Mangala e Alex Sandro; Fernando, João Moutinho e Lucho (cap.); James, Jackson Martínez e Varela
Substituições: Varela por Atsu (69m), João Moutinho por Defour (80m) e Lucho por Kleber (88m)
Não utilizados: Fabiano, Castro, Miguel Lopes e Abdoulaye
Treinador: Vítor Pereira


O FC Porto triunfou pela terceira época consecutiva em Braga, por 2-0, graças a James Rodríguez e Jackson Martínez. Após um início prometedor, os golos só vieram nos minutos finais: enquanto o adversário se preocupou em guardar o empate, os Dragões nunca desistiram de ir em busca da vitória. Com este resultado, os portistas mantêm-se como líderes da Liga.

Talvez se possa dizer que houve uma pontinha de sorte no remate em que James faz o primeiro golo, já que a bola bateu em Douglão e traiu o guarda-redes. Mas a sorte procura-se e dá trabalho, como sublinhou Vítor Pereira, em conferência de imprensa: o colombiano rematou após uma bela troca de bola em que intervieram Fernando (cumpriu o seu 100.º jogo no campeonato pelos Dragões) e Danilo. Jackson ainda confirmou a vitória, com o seu nono golo na prova: é líder dos marcadores, a par de Meyong, do Vitória de Setúbal.

O arranque do FC Porto foi fortíssimo. O SC Braga vinha disposto a aplicar a sua já conhecida pressão alta, mas, logo no seu primeiro ataque, os portistas trocaram a bola a preceito e criaram dois lances de perigo: num canto apontado por James, Otamendi acertou no poste e, na sequência do lance, o defesa argentino voltou a rematar, mas desta vez ao lado, após passe de Lucho. Ao quarto minuto, Jackson teve um bom lance na direita do ataque, que acabou por se perder.

Os primeiros 20 minutos dos portistas foram de alto nível e só a partir daí os locais conseguiram assentar o seu jogo. O primeiro sinal de perigo veio dos pés de Alan, cujo remate foi desviado para canto por Alex Sandro, aos 21. Pouco depois, Mossoró obrigou Helton a “voar”, com um disparo de fora da área.

Até ao intervalo, o jogo manteve-se sempre vivo e intenso, com as equipas a assumirem a iniciativa de forma repartida, mas surgiram poucas situações claras para abrir o marcador. Acabou por ser Lucho a dispor da melhor ocasião, ao rematar por alto, aos 25 minutos, depois de ter sido isolado por James.

A segunda parte foi abordada de forma mais calculista por ambas as formações. O futebol foi menos fluído e os lances de perigo praticamente inexistentes. Porém, o FC Porto foi sempre a equipa mais inconformada com o nulo. Prova disso foi o facto de José Peseiro, treinador do SC Braga, ter trocado um médio ofensivo (Rúben Micael) por outro de cariz defensivo (Djamal).

Os golos surgiriam ao cair do pano: o primeiro por intermédio de James, num remate poderoso à entrada da área; o segundo por Jackson, também de fora da área, de pé esquerdo, após perda de bola de Salino. Beto apenas viu a “bomba” do “Cha-cha-cha” passar. Em resumo, o triunfo foi um prémio para quem teve mais 





O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

sábado, 24 de novembro de 2012

Vitor Pereira mantém convocatória.


Convocados: Helton, Danilo, Lucho, Castro, João Moutinho, Jackson Martínez, James, Kleber, Miguel Lopes, Varela, Mangala, Abdoulaye, Fabiano, Fernando, Alex Sandro, Atsu, Otamendi e Defour.


O PORTO SOMOS NÓS!
 Since 2007

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Liga Portuguesa - 10ª jornada.


SC Braga - FCPORTO
(Liga Portuguesa - 10ª jornada)


Data: 25 de Novembro de 2012 Hora: 20h15 
 Local: Estádio Municipal de Braga TV: SportTV1


O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

Enorme Moutinho!

FCPORTO-3 - Dínamo Zagreb-0
Marcadores: Lucho (20m), João Moutinho (67m) e Varela (85m)


Liga dos Campeões, grupo A, quinta jornada
21 de Novembro de 2012
Estádio do Dragão, no Porto
Assistência: 27.603 espectadores



FC PORTO: Helton; Danilo, Abdoulaye, Otamendi e Mangala; Defour, João Moutinho e Lucho (cap.); James, Jackson Martínez e Varela
Substituições: Defour por Fernando (67m), Abdoulaye por Alex Sandro (67m) e Lucho por Atsu (75m)
Não utilizados: Fabiano, Miguel Lopes, Castro e Kleber
Treinador: Vítor Pereira


150 vitórias na Europa, 100º triunfo como visitado, o F.C. Porto irredutível na fase de grupos da Liga dos Campeões. 13 pontos, liderança conservada numa noite de condução segura, avessa a obstáculos. Golos de Lucho, Moutinho e Varela (3-0)

«Depois do jogo, a caminho de casa, talvez comece a pensar no Braga». Vítor Pereira ao volante, pensando em outra coisa qualquer. Um erro comum, um sinal de alerta em todos os manuais de segurança rodoviária. A palavra não pode ser levada à letra.

Aliás, o grande mérito de Vítor Pereira é manter a concentração na estrada. Perceber que aquela via aberta, uma autêntica autoestrada com segurança garantida, um único carro em sentido contrário quase na linha do horizonte, era ainda assim sinónimo de perigo.

Liga-se o autorrádio, olha-se para o telemóvel, pensa-se no próximo dia de trabalho, no que há para fazer em casa. Em tudo, menos na tarefa em mãos: a condução segura. O essencial até aí, em chegar sem complicações ao destino, porque tudo o resto se esgota nesse princípio.

Surge um obstáculo no meio do caminho, vindo do nada, aquele condutor aparentemente inofensivo revela-se um perigo, sai da faixa contra as expectativas e o condutor perde o controlo. O Dínamo de Zagreb, sem pontos nem golos na Champions, era a tal via aberta. Vítor Pereira desconfiou.



O Dínamo de Zagreb é daqueles que não fazem mal a uma mosca. Parece. Mas não é que, no tal cenário de aparente controlo e resolução fácil, os croatas despertaram para uma bola nos ferros e um golo que só Varela evitou em cima da linha? Demasiado para um mero obstáculo de circunstância.

Segue-se um percurso sinuoso até Braga, um adversário ainda abalado pelo choque frontal no nevoeiro da Transilvânia. Sobrará tempo para preparar essa etapa, agora com o regresso de Fernando e Alex Sandro do lote de opções, eles que não destronaram Mangala e Defour mas entraram em campo para meia hora de competição.

A engrenagem portista funcionou com as peças normais, sem falta de óleo, com estabilidade nos eixos. Faltou apenas maior aderência a um tapete desgastado, o tapete do Dragão que será substituído já nesta quinta-feira, após um evidente período de perda de qualidade.

Pelo centro da faixa de rodagem, onde o F.C. Porto carbura com especial qualidade, chegariam os golos que asseguram o primeiro lugar do Grupo A, imune à vitória do Paris Saint-Germain na Ucrânia.

Ao 20º minuto de jogo, João Moutinho criou, Jackson serviu de entreposto e a bola só parou no coração da área. Lucho, que parece jogar numa velocidade própria, avesso a qualquer tipo de pressão, acreditou no seu pé esquerdo, pensou, executou, marcou. Quinto golo da temporada para El Comandante.

Antes e depois, os tais laivos do Dínamo de Zagreb, a equipa mais modesta da Liga dos Campeões mas, ainda assim, respeitável. Fez-se respeitar, aliás, num remate ao poste do criativo Sammir, para além do desenho de golo de Beqiraj, já perto do intervalo, que Varela riscou do mapa.

João Moutinho afastaria qualquer sensação de dúvida ao minuto 67, numa segunda parte sem sobressaltos para o F.C. Porto. O médio, a atravessar um momento de inspiração ofensiva, executou na perfeição um livre direto. Varela fecharia as contas na reta final. 

Vítor Pereira não pensa no dinheiro mas os dragões garantem mais um milhão, chegam à importante soma de 16,6 milhões na liga milionária. Mais que isso, igualam as três vitórias em casa de 1999/2000, com Fernando Santos.

O F.C. Porto chega aos 13 pontos, como o seu treinador desejada, pensando em alcançar os 16 de 1996/97, quando Fernando Santos só perdeu pontos para o AC Milan.

A anormalidade da época passada faz Vítor Pereira ansiar por algo mais que o simples apuramento para a próxima fase. O técnico quer outro tipo de anormalidade, desta vez num registo positivo.







  O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

terça-feira, 20 de novembro de 2012

ALEX SANDRO E FERNANDO REGRESSAM AOS CONVOCADOS.


Lista de convocados: Helton e Fabiano (guarda-redes); Danilo, Lucho, Castro, João Moutinho, Jackson, James, Kleber, Miguel Lopes, Varela, Mangala, Abdoulaye, Fernando, Alex Sandro, Atsu, Otamendi e Defour.



O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

"O OBJECTIVO É FICAR EM PRIMEIRO LUGAR"


Vítor Pereira antecipou esta terça-feira o jogo de amanhã, com o Dínamo Zagreb, afirmando que o FC Porto vai jogar para ganhar e para defender a liderança do grupo. Confirmou a recuperação de Alex Sandro e Fernando e ainda disse que o sorteio da Taça foi "bom para o futebol". James Rodriguez promete seriedade e vontade de vencer.

O que espera do jogo com o Dínamo, a equipa mais fraca do grupo?
Não vamos no canto da sereia, vamos com a guarda bem alta, sabemos bem o que queremos e o jogo é determinante para os nossos objectivos, que é ficar em primeiro lugar no grupo.

Vai defrontar uma equipa com um recorde negativo, com dez derrotas consecutivas...
Para o Dínamo será um desafio, de certeza que querem quebrar essa sequência negativa. Nós aqui no Porto gostamos de ter desafios e quanto maior melhor. Eu reposto pelo FC Porto e nós estamos determinados e sabemos que se quisermos ganhar o jogo temos de impor intensidade forte, ser agressivos e provar em campo que merecemos a vitória. Não acredito em jogos fáceis na Liga dos Campeões e não acredito que amanhã seja um jogo fácil.

Conta com Fernando e Alex Sandro para o jogo de amanhã?
Fernando e Alex Sandro são jogadores que estão neste momento disponíveis para amanhã fazerem parte do grupo.

Com o apuramento garantido não seria mais importante gerir o plantel?
Fazemos a gestão que tivermos de fazer, mas em função da resposta de cada um. Sabemos que para este jogo vamos escolher a equipa que pensamos nos dará uma boa resposta. Depois, faremos o mesmo tipo de gestão, o nosso desafio é sempre o próximo jogo e queremos ficar cá com os três pontos.

Como é que olha para os valores monetários. O que vale para si como técnico estar a jogar por pontos e dinheiro?
Não ligo a mínima, não é a minha área. Nunca fui financeiro na vida, nunca pensei muito no dinheiro, não é isso que me preocupa, o que me preocupa é desportivamente reforçar o estatuto do clube, reforçar a qualidade dos jogadores e da própria equipa. Essa é que é a minha responsabilidade.

Quer prolongar ser a única equipa nas competições europeias sem derrotas?
Eu sinto-me um treinador que trabalha todos os dias para evoluir. Há um ano sentia-me o mesmo treinador, a tentar evoluir, aprender com a experiência. Tenho a noção que é preciso trabalhar, evoluir para ir dando resposta a estes desafios. Queremos continuar a fazer parte do pequeno grupo de equipas que consegue somar 13 pontos no grupo. O que queremos para amanhã é termos quatro vitórias acumuladas e um empate.

Como se focam os jogadores com o apuramento garantido, sendo que domingo há jogo importante em Braga?
Os jogadores estão completamente focados neste jogo da Liga dos Campeões, depois do jogo de amanhã, no caminho para casa, começo a pensar no jogo de Braga.

O que achou do sorteio da Taça, com uma deslocação difícil a Braga?
Quando nos saiu o Braga a primeira que me veio à ideia é que as bolinhas devem estar amestradas e sabem que gostamos de desafios difíceis. É bom para nós, para os adeptos e acredito que sejam bom para o Braga. É bom para o futebol.

James: "Temos de encarar o jogo com seriedade"

James Rodriguez assume que todos querem jogar bem na "Champions", mas diz que é preciso desconfiar, porque só com seriedade e uma atitude de conquista o FC Porto poderá somar três pontos.

Os jogos da Liga dos Campeões são mesmo especiais?
Todos querem jogar bem na Champions League, todos querem jogar esta competição. Queremos ganhar e esperamos um bom jogo amanhã.

O que conhece desta equipa?
Amanhã penso que há que ter cuidado, porque estas equipas são muito perigosas. Temos de encarar o jogo com seriedade, entrar para ganhar e nada mais.


Qual é o contributo do treinador para o seu crescimento?
Muito, penso que o mister sabe o que cada jogador tem e é bom saber que conta com cada um de nós. Treino para ser a cada dia melhor, sou jovem, quero aprender.

O seu nome é constantemente associado ao mercado
Não dou importância ao que se diz fora. Estou 100 por cento concentrado no FC Porto.



O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

Liga dos Campeões - 5ª jornada - Grupo A.


FCPORTO - Dínamo Zagreb
(Liga dos Campeões - 5ª jornada - Grupo A)


Data: 21 de Novembro de 2012 Hora: 19h45 Local: Estádio do Dragão TV: SportTV1


O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Kléber regressa aos convocados.


Lista de 18 convocados: Helton e Fabiano (guarda-redes); Danilo, Lucho, Castro, Iturbe, João Moutinho, Jackson Martínez, James, Kléber, Miguel Lopes, Rolando, Varela, Mangala, Abdoulaye, Atsu, Otamendi e Defour.



O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

Taça de Portugal - 4ª eliminatória.


Nacional - FCPORTO
(Taça de Portugal - 4ª eliminatória)


Data: 17 de Novembro de 2012 Hora: 20h15 Local: Estádio da Madeira TV: SportTV1



O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

sábado, 10 de novembro de 2012

Kléber de fora devido a lesão.


Lista de convocados: Helton e Fabiano (guarda-redes), Danilo, Lucho, Castro, Iturbe, João Moutinho, Jackson, James, Miguel Lopes, Rolando, Varela, Mangala, Abdoulaye, Atsu, Kelvin, Otamendi e Defour.


O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Liga Portuguesa - 9ª jornada.



FCPORTO - Académica
(Liga Portuguesa - 9ª jornada)


Data: 11 de Novembro de 2012 Hora: 18h00 Local: Estádio do Dragão TV: SportTV1


O PORTO SOMOS NÓS!
Since 2007

Curiosidades.

Sobre a grandiosidade internacional:



O FC Porto é o único clube português que faz parte do Grupo G-14, o grupo dos clubes mais poderosos da Europa.



Segundo o "Worldwide Historical Clubs Ranking", o Futebol Clube do Porto é considerado o maior clube português, o 10º maior da Europa e o 20º maior do Mundo.



O FC Porto é o clube europeu com mais títulos no século XXI. Entre campeonatos, taças, supertaças e troféus internacionais, os portistas solidificaram uma hegemonia que não encontra rival à altura nos 25 países mais cotados da UEFA.



O FC Porto soma 14 títulos só no século XXI, Bayern de Munique e Liverpool com 10 cada um são os mais próximos. O FC Porto é o clube português com mais títulos internacionais, o 3º da Península Ibérica, o 9º da Europa e o 15º do Mundo (ver Ranking Mundial de Títulos).



O FC Porto é o clube português com mais participações na Liga dos Campeões com o formato actual falhando apenas na época 1994-95, e na época 2002-03, quando venceu a Taça UEFA.



O FC Porto tem um dos melhores registos mundiais de invencibilidade nas competições internacionais, em casa, 29 jogos (1974/75 até 1987/88).



O FC Porto tem, segundo a última revisão realizada em 2005, cerca de 100 000 sócios pagantes. Sendo assim, é o 6º clube do Mundo com mais sócios pagantes (note-se aqui que os mouros levam a melhor com os seus 6 milhões e muitas centenas de milhares de kits vendidos).

Pinto da Costa é o Presidente com mais títulos a nível Mundial.


Sobre a grandiosidade do FC Porto em Portugal:



O FC Porto é o clube português com maior número de títulos no Futebol, contando actualmente 58 títulos oficiais (2 Taças Intercontinentais / Mundiais de Clubes; 2 Taças / Liga dos Campeões Europeus; 1 Taça UEFA; 1 Supertaça Europeia; 22 Campeonatos Nacionais de Séniores; 17 Taças de Portugal; 15 Supertaças de Portugal) contra 55 do Benfica e 41 do Sporting.



O FC Porto é o clube português com mais títulos internacionais (7), tem mesmo mais que todos os outros clubes portugueses juntos.



O FC Porto é o único clube pentacampeão nacional.



O FC Porto é o clube com mais Supertaças Nacionais conquistadas.



O FC Porto disputou 22 das 28 finais da Supertaça Nacional.



O FC Porto conseguiu, até hoje, fazer a "Dobradinha" por 5 ocasiões (1955/56; 1987/88; 1997/98; 2002/03; 2005/06), ou seja, ser Campeão Nacional e Vencedor da Taça de Portugal, na mesma época.



O FC Porto é o único clube português que conseguiu vencer na mesma temporada o campeonato e a competição Europeia onde esteve envolvido. Ainda por cima, fê-lo em dois anos consecutivos (2003 e 2004).



O FC Porto é o clube português com mais botas de ouro conquistadas (3).



O FC Porto contém nos seus quadros futebolísticos, uma das maiores referências da história do futebol português e particularmente do FC Porto, Vítor Baía. Actualmente, Baía é o jogador com mais títulos da história do futebol mundial, com 32. Atrás aparecem Pelé e Rijkaard com 25 cada um.



Tendo em conta um estudo da "FutureBand", uma empresa especializada em consultoria de marcas, o FC Porto é a marca mais valiosa do futebol português.



O estudo apresenta as 30 marcas da Europa mais cotadas e Portugal conta apenas com um representante, o FC Porto.



O estudo teve em conta factores, como: o valor das marcas, a lealdade dos adeptos, a capacidade de conseguir aumentar a venda de bilhetes para os jogos e o valor financeiro do clube.



Neste ranking de marcas europeias, o FC Porto ocupa a 1ª posição em Portugal e a 27ª na Europa.



O PORTO SOMOS NÓS!

Since 2007


Momentos

Futebol Clube do Porto.

Arquivo do blogue